Drogas – Fase de Risco

A adolescência é uma fase de mudanças. Toda mudança gera alguma angústia, insegurança, timidez e problemas com autoestima podem fazer com que o jovem procure algum tipo de droga. Muitas vezes, ele não consegue perceber que conversar, fazer amigos e aprender a superar seus limites podem ser caminhos muito mais criativos para lidar com as dificuldades.

As pesquisas, dados e opiniões de especialistas apontam para conclusões comuns quando falam do contato dos jovens com as drogas: se você não experimentou drogas, tente manter essa postura. A maior parte dos jovens ainda não fez isso também. Não é ruim você não ter tido essa experiência. Na adolescência, o risco de alguém que experimenta drogas se tornar um usuário frequente é maior do que na vida adulta. Quem já experimentou e continua usando eventualmente precisa prestar atenção ao impacto que a droga está produzindo em sua vida, além das complicações legais por causa do uso de substâncias proibidas.

Às vezes, sem perceber, um usuário eventual de maconha, por exemplo, pode ter sua atenção e seus reflexos comprometidos e se colocar em situação de risco quando dirige um carro ou mesmo quando atravessa uma rua. No caso do álcool e das drogas, a repercussão também pode ser bem complicada na vida do adolescente. Para quem está usando com frequência é importante buscar a ajuda de um terapeuta para entender como o padrão de consumo pode comprometer a vida. Quem está dependente não deve perder tempo e precisa de apoio imediato.

Projeto RH GOLIN

Amanda S.C. Fernandes – Gerência RH
Luciana Germano – Conteúdo Institucional
Márcia Borlenghi – Design, revisão e curadoria conteúdo cultural

, , ,

Posts Relacionados

Menu