Dia da Consciência Negra

O Dia da Consciência Negra é celebrado no Brasil em 20 de novembro.

A data homenageia Zumbi, um pernambucano que nasceu livre, mas foi escravizado aos seis anos de idade. Mais tarde ele voltaria para sua terra natal e seria líder do Quilombo dos Palmares, uma república de negros e índios libertos, morrendo assassinado em 20 de novembro de 1695. Assim, Zumbi representa a luta dos negros e a consciência negra e a luta contra escravidão.

A representatividade da comunidade negra tem aumentado ao longo dos anos. Entretanto, o racismo ainda é uma problema presente na sociedade.

Por isso, esse dia é uma grande oportunidade para refletir sobre a história e a luta pela igualdade.

Idealizado em Porto Alegre, Dia da Consciência Negra completa 50 anos em 2021

Matéria de Karine Dalla Valle para GZT Comportamento

Reunião do Palmares realizada em 1972.

O grupo, criado em 1971, foi responsável por propor o dia 20/11 como o Dia da Consciência Negra.

Inconformados com a situação dos negros no Brasil, quatro jovens propuseram, na Porto Alegre de 1971, que houvesse um dia no calendário para a população refletir sobre a questão racial. Foi na capital gaúcha que eles idealizaram, há 50 anos, o Dia da Consciência Negra, data que virou referência em todo o país.

Antônio Carlos Cortês, Oliveira Silveira, Vilmar Nunes e Ilmo da Silva, fundadores do grupo Palmares, não concordavam com o 13 de maio, dia da Abolição da Escravatura,  e consideravam que 20 de novembro, dia da morte de Zumbi dos Palmares, simbolizava com justiça a luta dos negros pela liberdade total.

(…)

Único vivo dos quatro idealizadores do Dia da Consciência Negra, Cortês, hoje com 72 anos, ainda fala com ímpeto sobre o descaso ao qual os negros foram relegados a partir de 13 de maio de 1888.

— Os negros que construíram a economia do Brasil, que colaboraram na indústria do café, da cana-de-açúcar, das charqueadas, seriam jogados na rua da amargura como vagabundos. Então nós defendemos a tese de que teríamos que dizer não ao 13 de maio de Princesa Isabel e sim ao 20 de novembro de Zumbi dos Palmares, porque lá no Quilombo dos Palmares houve uma república de negros e índios libertos — recorda, em conversa por telefone com GZH.

Dica de filme para refletir

Estrelas além do tempo (2016)

Classificação indicativa: livre para todos os públicos.

Estrelas além do tempo

“Toda vez que temos a chance de avançar, eles mudam a chegada.” Essa frase, dita em Estrelas além do tempo, diz o que três mulheres negras enfrentaram ao lutar contra o machismo e o racismo para trabalhar na NASA.

O drama biográfico estadunidense, lançado em 2016, relata os acontecimentos durante a corrida espacial entre Estados Unidos e União Soviética. As protagonistas do longa-metragem são mulheres negras que se destacaram pela decisiva atuação nesse período, embora permanecessem no anonimato.

O preconceito arraigado tentou impedir três cientistas negras de ascender na hierarquia da NASA, mas hoje elas são reconhecidas pelos seus feitos. Filmes como esse dão voz à luta das mulheres em uma sociedade que tem a segregação institucionalizada.

 

 

 

Fontes:
https://gauchazh.clicrbs.com.br/comportamento/noticia/2021/11/idealizado-em-porto-alegre-dia-da-consciencia-negra-completa-50-anos-em-2021-ckw2e5x60004u014cz1zkndfr.html
https://www.calendarr.com/brasil/dia-da-consciencia-negra-filmes/

Projeto RH GOLIN

Amanda S.C. Fernandes – Gerência RH
Luciana Germano – Conteúdo Institucional
Márcia Borlenghi – Design, revisão e curadoria conteúdo cultural

Posts Relacionados

Nenhum resultado encontrado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu