Acidentes de Trabalho

[us_post_title inline=”1″ tag=”h1″ migration_add_content=”1″ css=”%7B%22default%22%3A%7B%22font-size%22%3A%221.8rem%22%2C%22margin-bottom%22%3A0%7D%7D”]
[us_additional_menu layout=”hor” align=”center” source=”139″ responsive_width=”” main_style=”blocks” main_gap=”” main_color_bg=”” main_color_text=”inherit” main_color_text_hover=”” main_color_bg_active=”#0d2a3b” main_color_text_active=”#fff”]

Conceito de Acidente do trabalho

É uma ocorrência não programada, inesperada ou não, que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa que interrompe ou interfere no processo normal de uma atividade, provocando lesão corporal ou perturbação funcional que cause a morte ou perda ou redução, permanente ou temporária, da capacidade para o trabalho e/ou danos materiais.

Acidente com lesão com Afastamento

É o acontecimento não desejado que resulta em lesão pessoal que impede o acidentado de voltar ao trabalho no dia imediato ao do acidente ou que resulta em perda da vida, incapacidade permanente total, incapacidade permanente parcial ou incapacidade temporária total.

Acidente com lesão sem afastamento

É um acontecimento não desejado, que resulta em lesão pessoal que não impede o acidentado de voltar ao trabalho no dia imediato ao do acidente.

Acidente Com Danos Materiais – CDM

É um acontecimento não desejado, que causa danos à propriedade, ao meio ambiente e ou perdas no processo.

Acidente de Trajeto

É o que ocorre no percurso da residência x local de trabalho x residência, porém não se aplica ao colaborador que por interesse pessoal tiver interrompido ou alterado o percurso.

Princípios Básicos de Segurança

Todas as lesões podem ser evitadas;

Todos são responsáveis pela prevenção de acidentes;

Toda tarefa pode ser executada de forma segura;

É um bom negócio prevenir acidentes, dentro e fora da fábrica.

Quando surgir dúvidas, pergunte.

[us_separator size=”large”]

Atenção!!!

Antes de efetuar qualquer tipo de atividade, devemos:

  • Verificar detalhadamente todos os aspectos de segurança envolvidos.
Pergunte-se:
  • Para cada etapa de execução da tarefa quais são os possíveis riscos de acidentes?
  • Para cada um dos riscos possíveis quais são as medidas de prevenção que deverão ser adotadas?
[us_separator]

Muitos acidentes podem ser evitados se estas ações forem praticadas a todo momento.

Prevenção de Acidentes

Prevenção: Ato ou efeito de prevenir, antecipar, precaver, cautela.

Então, porque prevenir os acidentes?

Os custos com acidentes podem ser comparados com os termos:

  • Humano
  • Financeiro

Esteja ciente

  • Estou capacitado para realizar este trabalho?
  • Conheço os riscos desta área?
  • Estou em condições para realizar este trabalho?
  • Estou habilitado para realizar este trabalho?
  • Conheço o procedimento?
  • Conheço os riscos e perigos da área e de cada etapa deste trabalho?
  • Estou utilizando os EPIs necessários e obrigatórios?
  • Estou treinado e autorizado a realizar este trabalho?
  • As ferramentas são adequadas à cada tarefa e estão em condições de uso?

Brincadeiras

Sabemos que a alegria, a harmonia e a descontração são necessárias

Para que o ambiente de trabalho se torne mais agradável, mas, a disciplina é indispensável e devemos lembrar que “No trabalho não se brinca”.

Não que seja proibido “brincar”, mas saiba dosar limites das brincadeiras para que se evite consequências desagradáveis

Práticas que podem causar os acidentes

  • Pressa (atalhos para conclusão da tarefa);
  • Descumprir o planejamento elaborado para o trabalho;
  • Desatenção durante a execução da tarefa;
  • Iniciar outra tarefa sem conclusão da primeira;
  • Não identificar os riscos;
  • Linguajar inadequado;
  • Falta de procedimentos, não ler ou desrespeitá-los;
  • Ter dúvidas e não buscar esclarecimentos;
  • Improvisar é criar riscos;
  • Usando métodos e ferramentas inadequadas ou erradas para fazer uma tarefa;
  • Adaptando, modificando, quando só o correto seria aceitável;
  • Fazendo “gambiarras”;
  • Desprezando precauções básicas;
  • “Pulando” medidas de controle dos riscos nos procedimentos;
  • “Ignorando” o risco e abrindo exceções para ganhar tempo.

Não faça trabalhos para os quais você não foi treinado

Empresa onde trabalhamos é como uma grande máquina, onde cada um de nós tem uma missão, uma especialidade, uma função a desempenhar como cada peça dessa máquina.

As dúvidas e as incertezas são fatores comportamentais que contribuem decisivamente para os acidentes.

  • null

    Imagem apenas de marcação, todas serão elaboradas ainda

    Imagem apenas de marcação, todas serão elaboradas ainda

Tipos de desvios comportamentais de risco:

  • Comportamento consciente (Proposital);
  • Comportamento habitual (automático);
  • Comportamento não intencional (Erro).

Comportamento consciente ou proposital:

  • É tudo aquilo que realizamos e executamos com o conhecimento, domínio de tal assunto ou até mesmo tarefa. Seguindo procedimentos e instruções.
    Exemplo: Seguir o que foi abordado na Integração e demais treinamentos.

Comportamento habitual:

  • É o comportamento que faz parte do nosso cotidiano. Assim como acordamos e realizamos toda nossa rotina em casa. Certamente este comportamento também possuímos em nosso trabalho.

Comportamento não intencional:

  • Quando o fator psicológico ou físico se sobrepõe ao nosso comportamento habitual.

Desvios Comportamentais (Atos Inseguros)

  • Toda forma incorreta de trabalhar, não respeitando as normas e procedimentos de segurança.

Curva de cultura de segurança

Reativo:

  • É o nível mais baixo de cultura dentro de uma organização. As pessoas fazem prevenção somente de forma reativa, isto é, após ocorrência de acidentes. : Líder não envolvido com as questões de segurança; Funcionários não seguem procedimentos.

Dependente:

  • Segurança é feita somente com supervisão e cobrança, as pessoas começam a pensar em segurança, utilizam EPIs somente porque são obrigados.

Independente:

  • As pessoas fazem segurança porque sabem que é importante para si próprias. Não existem descumprimentos de normas e procedimentos. Segurança é colocada na prática como prioridades nas tomadas de decisões.

Interdependente:

  • As pessoas fazem segurança pensando no bem da equipe. Um ajuda o outro. Segurança é sempre colocada em prioridade nas tomadas de decisões.
[us_separator]

C.A.T (Comunicado de Acidente no Trabalho)

É um documento de registro oficial dos acidentes de trabalho no Brasil.

A empresa ou empregador é o responsável pela emissão e entrega no Posto de Seguro Social (Instituto Nacional de Seguro Social / INSS).

A comunicação deve ser imediata no caso de morte.

Em caso de acidente, o prazo da emissão da CAT é de 24h.

Uma via da CAT deverá ser entregue ao SMS 24h.

[us_separator size=”small”]

Custo Humano para o Acidentado

  • Tensão psicológica;
  • Baixa estima;
  • Redução de salário;
  • Despesas extras;
  • Risco de continuar incapacitado;
  • Risco de perda da própria vida;
  • Perda da capacidade para o lazer;
  • Reflexo negativo na família, com amigos e colegas

Custo da Empresa

  • Perda de trabalhadores habilitados e experientes;
  • Perda da produção;
  • Redução dos lucros da empresa;
  • Indenizações a trabalhadores acidentados;
  • Custo com reparo ou substituição dos equipamentos;
  • Perda de tempo durante investigação do acidente;
  • Imagem da empresa manchada no mercado e sociedade;
  • Responder processos judiciais;

Contato

Entre em contato por telefone, ou nos envie uma mensagem no formulário abaixo e nós ligamos para você. Nossa média de resposta é em até 24h em dias comerciais. Para enviar seu currículo, por favor utilize o formulário Recursos Humanos - Enviar CV